Previous Next
GÊNEROS E ESPÉCIES DE ORQUÍDEAS NATIVAS DE SC

Mormolyca Fenzl

Mormolyca Fenzl.

Mormolyca é um gênero botânico pertencente à família das orquídeas (Orchidaceae). Foi proposto por Fenzl em Denkschriften der Kaiserlichen Akademie der Wissenschaften. Mathematisch-naturwissenschaftliche Klasse 1: 253, em 1850. A Mormolyca lineolata Fenzl, considerada sinônimo da Mormolyca ringens (Lindl.) Gentil, é sua espécie tipo. O nome do gênero é uma referência ao estranho aspecto de suas flores.

O gênero, muito próximo a Maxillaria, era constituido por oito espécies epífitas, de crescimento cespitoso, que existem na América Central, Amazônia e sudeste brasileiro, cujo centro de dispersão pode ser considerado o Peru. Apenas uma espécie obscura era tradicionalmente registrada para o Brasil.

Mormolyca podia ser diferenciada de Maxillaria por apresentar inflorescência muito longa, quase da altura das folhas, com um apequena flor solitária de segmentos livres e espalmados, cujas sépalas laterais em regram apresentam-se paralelas, apontando para baixo.

Caracterizam-se ainda por apresentarem pseudobulbos carnosos, elípticos, aglomerados, com apenas uma folha apical. flores de labelo trilobado, laterais pequenos e eretos, mediano grande articulado e quase tão móvel quanto em algumas espécies de Bulbophyllum, e coluna levemente arqueada, sem apêndices, delgada e com pé muito curto na base, bastante espessa na parte terminal, com antera apical contendo quatro polínias.

Em 2008, foi publicado um amplo trabalho com a revisão do gênero Maxillaria baseado tanto na filogenia como em caracteres morfológicos. Neste trabalho se propõe a inclusão das espécies pertencentes ao clado da Maxillaria rufescens, Maxillaria sect. Rufescens Christenson, ao gênero Mormolyca, aumentando o número de espécies classifcadas neste gênero para vinte quatro e o número de espécies nativas do Brasil para três.

Com isto a circunscrição do gênero foi ampliada para incluir mais espécies e a descrição alterada nos seguintes pontos: Pseudobulbos de textura miudamente verrucosa abrigados por baínhas não foliares; uma das espécies, Mormolyca polyphylla, apresenta três folha apicais em vez de uma e baínhas foliares protagendo longos pseudobulbos; inflorescências curtas, além de longas; as flores não tem constituição fibrosa e quebram facilmente; o rizoma pode ser curto ou longo; o labelo das espécies provenientes de Maxillaria apresenta um grupo de tricomas glandulares no calo.

Santa Catarina, possui as seguintes espécies:

 

Classificação Científica:

Domínio: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Orchidaceae

Etimologia e descrição do Gênero:

Família: Orchidaceae
Sub Família: Epidendroideae Lindley
Tribo: Maxillarieae
Sub Tribo: Maxillariinae
Aliança: Sem informação
Quantidade total de espécies aceitas para o Mundo: 
Quantidade total de espécies aceitas para Brasil: 04
Quantidade total de espécies aceitas para Santa Catarina: 02

Espécies aceitas para Santa Catarina:


Voltar